O vereador Lucas Arruda (Rede) participou, recentemente, de uma reunião virtual com representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e de Diretórios Acadêmicos da PUC Minas – campus Poços de Caldas. O encontro possibilitou a discussão de diversas demandas apresentadas pelos alunos.

Segundo o parlamentar, a reunião aconteceu a pedido dos presidentes dos diretórios. “Esse contato com os estudantes já vem do meu primeiro mandato e essa última reunião foi importante para conhecer os representantes dos diretórios de cada curso e receber as reivindicações. Uma delas é sobre a bolsa estágio na Prefeitura. Já é uma luta nossa de muito tempo, hoje eles recebem R$ 400 para seis horas e isso vem desde 2009, ou seja, com anos de defasagem. Sabemos que o estagio é a extensão da universidade, funciona como um aprimoramento para o estudante, e sabemos, também, o quanto os alunos contribuem para o funcionamento interno da Prefeitura, com mão de obra qualificada e que esta a todo momento sendo atualizada”, ressalta.

Outros assuntos foram discutidos, entre eles a questão do meio passe e o valor da refeição no Restaurante Popular. “O assunto meio passe está adormecido por conta das aulas virtuais e por conta da licitação do transporte, que estava em andamento. No entanto, fizemos várias reuniões com o movimento estudantil na gestão passada, entendemos que é um direito dos estudantes e quando voltar as aulas iremos continuar o debate para que esse direito seja mantido e até estendido. Com relação ao Restaurante Popular, conseguimos, depois de grande mobilização, que todas as pessoas que recebem até dois salários mínimos paguem R$ 2 e isso inclui os estudantes”, diz.

A iluminação da avenida Padre Cletus Francis Cox, que dá acesso ao campus da PUC, e a vacinação dos estagiários da área da Saúde contra a COVID-19 também foram temas abordados. “Essa iluminação já foi solicitada. Muitos sobem a pé aquele trecho e apresentamos um requerimento sobre isso. Vamos cobrar novamente. Sobre os estagiários da Saúde, é preciso rever essa questão, visto que muitos estão dentro dos hospitais e de Unidades Básicas de Saúde, portanto é inadmissível não tomarem a vacina”, afirma.

Lucas Arruda diz que colocou seu gabinete, mais uma vez, à disposição dos Diretórios Acadêmicos. “Estou à disposição para continuar nessa luta. Vim do movimento estudantil, formei na PUC, fui presidente do Diretório de Administração, depois do DCE, e sei da importância dessa representação para levar os anseios dos alunos. Agora, como membro do Legislativo, estou aberto ao diálogo para levar as melhorias cobradas pelos alunos junto ao Executivo”.

A reunião contou com a presença de representantes do Diretório Central dos Estudantes e dos Diretórios Acadêmicos dos cursos de Arquitetura, Relações Internacionais, Fisioterapia, Engenharia Elétrica, Direito, Medicina, Engenharia Civil e Enfermagem.