Através de seis Indicações, o vereador Douglas Dofu (DEM) sugere ao Executivo e ao Comitê Gestor de Enfrentamento à COVID-19 a adoção de medidas para combate à pandemia. Segundo o parlamentar, as propostas se mostraram efetivas em outros municípios e Poços precisa, também, trabalhar em outras frentes, inclusive de prevenção.

A primeira iniciativa é para realização de campanha para arrecadação e distribuição de kits de higiene pessoal, por meio da Secretaria de Promoção Social. “Considerando que as famílias estão carentes tanto de alimentação quanto de materiais de higiene, pede-se que seja incluída a arrecadação de produtos de higiene pessoal para a posterior distribuição desses kits junto com as cestas básicas. A medida se justifica pela dificuldade que todos passam e os cuidados que o momento de pandemia exige”, pontua o vereador.

O vereador sugere nas outras Indicações ações relevantes como: adoção de protocolos de testagem imediatos por meio do PCR, visto que a testagem tardia pode fazer com que a pessoa propague o vírus e não faça o isolamento devido; realização de testagem em massa; orientação para o uso do oxímetro por pacientes diagnosticados com COVID-19 e, se possível, a distribuição do aparelho aos pacientes de baixa renda; formação de equipes de bloqueio da saúde para colocar em isolamento os contaminados e familiares; diálogo com o Instituto Butantan para o tratamento por meio da transfusão de plasma.

Segundo Dofu, todas as proposições visam auxiliar no combate ao vírus e minimizar as consequências que ele tem causado. “Precisamos, por exemplo, melhorar o diagnóstico por meio da testagem, assim que a pessoa procura o Serviço de Saúde. Ainda muito importante para o tratamento é a orientação para o uso do oxímetro. Nos relatos que se escuta, ultimamente, observa-se que eles precisam direto de intubação, isso porque não houve um monitoramento prévio por meio de oximetria. Essas são propostas que, acompanhando o caso de outras cidades, podem ajudar no combate à pandemia”, afirma.

Todas as sugestões encaminhadas ao Executivo estão disponíveis para consulta no Portal da Câmara (Indicações n. 540/541/542/543/544/545).