Os vereadores da bancada da situação estiveram reunidos na tarde de ontem com o prefeito Sérgio Azevedo, em seu gabinete na Prefeitura, tratando de diversos assuntos, entre eles o projeto Recupera Poços na tentativa de colocá-lo o mais rápido possível em votação na Câmara.

Após a reunião, o projeto de lei foi novamente encaminhado para a Câmara, desta vez detalhando os impactos financeiros e a fonte de recursos que virá do Departamento Municipal de Eletricidade (DME). Como o projeto foi protocolado fora do horário, será incluído na ordem do dia da próxima sessão ordinária, agendada para o dia 29.

Como o contrato celebrado entre o Município e a empresa Circullare prevê reajuste da passagem para R$ 4,70 no caso de atraso do subsídio mensal, tudo leva a acreditar que a empresa não fará o reajuste, preferindo aguardar a aprovação do projeto de lei para receber o primeiro mês do contrato emergencial que venceu ontem, segunda-feira.