Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

* Os dados que constam do índice FIRJAN de gestão fiscal nos municípios brasileiros, demonstram que a primeira gestão comandada pelo prefeito Sérgio Azevedo, no que diz respeito a gestão fiscal não foi boa e nesse caso não dá para jogar a culpa na pandemia, até porque ela atingiu todos os municípios. Poços ficou atrás de Pouso Alegre e Varginha, confirmando que de uns anos para cá, a cidade começou a andar em marcha-à-ré. Os números mostram que o discurso de gestão técnica foi pro beleléu.

* No dia 11 de abril de 2017, no primeiro quadriênio da sua primeira gestão, o prefeito Sérgio Azevedo assinou a Lei de número 9171, acrescentando dispositivo na lei 9166, do Código de Posturas Municipais, estabelecendo que em todos os eventos promovidos e apoiados pelo Município de Poços de Caldas, serão usados única e exclusivamente fogos de artifício silenciosos, em defesa das crianças portadoras de necessidades especiais, pessoas idosas e enfermas, bem como em defesa dos animais domésticos ou não, que convivem no meio urbano”.

* Pois bem, o Poços de Caldas FC. (Vulcão) está realizando seus jogos no estádio municipal Ronaldo Junqueira. Portanto, pelo fato de a competição contar com apoio do Município, a soltura de foguetes que tanto incomoda a vizinhança assim como os animais domésticos, pessoas idosas e os enfermos internados nos hospitais da região oeste é ilegal.

* Se a lei existe e está em vigor, cabe a própria administração do estádio (bom dia secretário de esportes), proibir esta prática nociva que prejudica a população residente no setor onde está localizado o estádio municipal. Deu para entender ou é preciso desenhar?

* A cidade esteve mais uma vez movimentada neste final de semana com a presença de turistas andando pelas ruas, fazendo compras e lotando os restaurantes, lanchonetes, e cafés, para alegria dos comerciantes e também dos hoteleiros que tiveram casa cheia. As reclamações, muitas por sinal, foram as de sempre. Pontos turísticos abandonados, o bondinho sem funcionar e as multas de trânsito para engordar os cofres da prefeitura.