* Os projetos previam a construção de novos emissários de esgoto (R$ 40 milhões); a criação de um novo plano de saneamento básico e obras no sistema de abastecimento de água (R$ 29 milhões), além da reurbanização e readequação nas avenidas João Pinheiro e Mansur Frahya (R$ 27 milhões).

* A prefeitura informou, no início da tarde de ontem, que acabaram as doses de vacina contra a Covid-19 destinadas à aplicação da 1º dose. Segundo a prefeitura, o município aguarda o envio de novas doses do imunizante por parte da Regional de Saúde para dar continuidade à vacinação por idade, mas ainda não há previsão de chegada.

* Na visita que fizeram ao Ministério da Infraestrutura, o prefeito e seu secretário de governo pleitearam apoio para a implantação de um terminal rodoferroviário em Poços de Caldas. Sem dúvida um projeto muito mais importante que o trem turístico ligando Poços a Águas da Prata.

* Apesar do esforço para o retorno do trem turístico, o mais difícil será encontrar algum empresário que se disponha a explorara o serviço. Para colocar o trem na linha será necessário comprar, ou alugar primeiro uma máquina e depois encontrar os vagões em condições de uso para acomodar os passageiros. Além disso é preciso que a concessionária que utiliza o trecho da linha férrea autorize o uso do trem turístico. O mais correto seria primeiro encontrar quem se interesse em investir para explorar o serviço, que segundo o antigo concessionário não é dos mais rentáveis. A avaliação de que um transporte desse tipo pode render R$ 17 milhões por ano não passa de um sonho de verão. Aliás, como também foi reconstruir o ramal desde a antiga estação ferroviária com apenas R$ 10 milhões.

* Na condição de coordenador do partido Novo na região sul-mineira e representando o deputado federal Lucas Gonzalez, André Vilas Boas esteve presente na audiência pública agendada pelo Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, realizada na tarde de ontem, na sede da OAB Poços de Caldas.O objetivo das audiências foi de colher sugestões e contribuições ao Programa de Concessões Rodoviárias para a região do sul de Minas. O vice-prefeito Julio de Freitas representou o governo municipal.

* Entre os dias 19 e 23/7, empresas e investidores interessados em contribuir com sugestões e recomendações para o Programa de Concessões Rodoviárias poderão se reunir, por meio de videoconferência, com o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), responsável pela estruturação do programa desenvolvido pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade. Os interessados devem fazer a requisição de agendamento da reunião pelo e-mail [email protected], com o assunto “marketsounding”.