Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

* Enquanto a secretaria de turismo analisa um novo plano para o turismo, a cidade continua com seus pontos de passeio abandonados, o teleférico parado, o Recanto Japonês com a Casa de Chá reduzida a cinzas, um monotrilho que não funciona. Se você trabalha para receber visitas, a primeira coisa a fazer é preparar sua casa para bem recebe-los. Se não fizer isso corre o risco de as visitas nunca mais voltarem a visita-lo. Certo?

* E o vaivém da terceirização dos pontos de passeio continua na mesma, agora com o edital para a licitação aguardando novas modificações uma vez que o edital antigo foi rejeitado pelo Tribunal de Contas do Estado. Quase quatro anos na mesma ladainha e a tal “revolução” prometida pelo prefeito Sérgio Azevedo até agora não passa de uma promessa que nunca saiu do papel. E o secretário de turismo é turismólogo. Imagine.

* A respeito do assunto, a vereadora Regina Cioffi (PP), apresentou pedido de informações que deve ser lido na sessão desta tarde, pedindo ao prefeito que explique para o legislativo por quais razões, até hoje o processo licitatório para concessão dos pontos de passeio ainda não foi concluído e qual a previsão para que a terceirização seja concluída.

* Uma boa notícia para quem estiver precisando de ajuda. O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) abriu cadastro para micro e pequenas empresas de Minas Gerais interessadas em obter crédito por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). Nesta fase do programa, estão sendo colocados à disposição, inicialmente, R$ 339 milhões, garantidos ao banco pelo governo federal, por meio do Fundo de Garantia de Operações (FGO). Os juros serão de 6% ao ano + Selic, com prazo total de 48 meses para pagar e 11 meses de carência. O crédito pode ser aplicado em capital de giro ou em investimentos.

* Farra com dinheiro público. Nos primeiros seis meses deste ano os partidos registrados no TSE e que alcançaram a cláusula de barreira, receberam do Fundo Partidário um total de R$ 489.663.800,15. O PSL foi a legenda mais beneficiada com os duodécimos do Fundo Partidário neste primeiro semestre, tendo sido contemplado com mais de R$ 57 milhões, seguido do PT, que recebeu R$ 48,7 milhões. O PSDB ocupa a terceira posição.

* A Secretaria de Fazenda, por meio do seu titular, Alexandre Lino, encaminhou ofício à Câmara Municipal solicitando da mesa diretora informações sobre a Proposta Orçamentária do Poder Legislativo até o dia 9 de agosto próximo, alertando no ofício que conforme a Instrução Normativa, as fontes de recursos deverão ser analisadas e poderão ser readequadas se necessário.

* A proposta de emenda da constituição que permite o repasse direto de R$1,5 bilhão do acordo da Vale aos cofres dos municípios mineiros foi aprovada nesta segunda-feira em segundo turno no plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Com a aprovação, o prefeito Sérgio Azevedo já pode fazer planos para aplicar os R$ 7 milhões que serão transferidos do estado para os cofres da prefeitura.