Único governador eleito pelo Partido Novo, o nome de Romeu Zema não é descartado como possível indicado para disputar a vaga de candidato à Presidência da República. Segundo o presidente do Novo em Minas Gerais, Ronnye Antunes, essa possibilidade já havia sido pensada antes do desgaste causado pela intenção de indicar o deputado federal por Minas Thiago Mitraud.

“Outros diretórios estaduais já haviam sugerido o início da coleta de assinaturas para Romeu Zema, mas com a disputa Amoedo e Mitraud ficaram desmotivados. Pode ser que reiniciem a coleta de assinaturas, mas acredito que o governador não aceitaria”, disse. Ainda segundo Antunes, o diretório mineiro é favorável à candidatura de Zema à reeleição em Minas “para que os projetos de governo no estado sejam concluídos”.

Na avaliação do presidente do Novo em São Paulo, Alfredo Fuentes, a sigla tem que avaliar outras possibilidades. “O partido agora tem que fazer suas discussões internas e verificar se faz sentido termos um novo nome para candidatura ou se faz sentido não apresentarmos candidato e ficarmos só no âmbito estadual, no caso governador, senador, deputados estaduais e federais”. Mas, ele também não descarta que Zema seja sondado. “O Zema é um nome respeitado no partido como um todo. Acho que sempre o nome dele é lembrado. Mas, eu não posso dizer se haverá esse movimento e esse convite”. (O Tempo).