Voe Minas pode acabar

Poços de Caldas poderá ficar novamente sem ligação aérea com a capital, Belo Horizonte. Isso porque a equipe do governador Romeu Zema está analisando a possibilidade de não prorrogar o contrato com a empresa Two Flex, responsável pelos vôos diários que ligam a capital a diversas cidades do interior, entre elas, Poços de Caldas.

O contrato vence em junho e caso seja prorrogado, haverá corte na maioria das cidades servidas pelo programa criado no governo anterior. Como em Poços a demanda não cobre o custo da aeronave, a cidade pode ser uma das primeiras a ficar fora da rota.

Fechar Menu