Vereadores e Conpede discutem ações de acessibilidade

Com os objetivos de aproximar a Câmara do trabalho desenvolvido pelo Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e debater ações visando à promoção da acessibilidade no prédio do Legislativo, os vereadores participaram de uma reunião, recentemente, com membros do Conpede. O encontro contou com a presença dos vereadores Gustavo Bonafé (PSDB), Marcelo Heitor (PSC), Lucas Arruda (Rede), Pedro Magalhães (PSDB), Maria Cecília Opípari (PT), Ricardo Sabino (PSDB), Álvaro Cagnani (PSDB) e Joaquim Alves (MDB).

Segundo o vice-presidente da Casa, vereador Gustavo Bonafé, o conselho foi convidado para auxiliar o Legislativo na implementação de ações que tornem a Câmara mais acessível a toda a população. “A ideia é levantar sugestões de possíveis melhorias para trabalharmos a acessibilidade no espaço de responsabilidade da Câmara, tanto o prédio principal como o anexo. As mudanças vêm contemplar os deficientes visuais, auditivos e físicos, além das pessoas com mobilidade reduzida, fazendo com que exista, dentro das limitações do prédio, o máximo de acessibilidade possível. Queremos que a Câmara seja referência nesse assunto, tornando-se exemplo para outros órgãos municipais”, ressalta.

Bonafé destaca que, nos últimos tempos, a Câmara já vem implantando uma série de melhorias e a intenção é dar continuidade ao trabalho. “O objetivo é potencializar essas medidas, olhando também para a questão da acessibilidade nas sessões, audiências e na própria comunicação da Câmara em termos institucionais. A parceria com o Conpede é justamente para podermos trazer o assunto e as práticas para a rotina do Legislativo. Já estão previstas algumas ações, como a instalação de piso tátil, que foi uma deliberação da presidência através de indicação do vereador Lucas Arruda, e a possibilidade de adaptação de um gabinete de acessibilidade na entrada, atendendo a um pedido do presidente Carlos Roberto”, finaliza.

Fechar Menu