Portal de Notícias e Web Rádio 

Recentemente, vários vereadores participaram de uma reunião, solicitada pelo Tenente PM Esdras, para tratar dos constantes furtos e roubos na área central. Estiveram no encontro Douglas Dofu (UNIÃO), Luzia Martins (PDT), Kleber Silva (NOVO), Sílvio Assis (MDB), Roberto Santos (REPUBLICANOS), Tiago Braz (REDE), Wellington Paulista (UNIÃO), Ricardo Sabino (PSDB) e Regina Cioffi (PP), além do vice-prefeito Júlio César de Freitas, do secretário de Promoção Social Carlos Eduardo Almeida e de diversos comerciantes.

Entre outros assuntos, foram abordados: a situação dos furtos e desordem pública nas proximidades da praça Pedro Sanches; o retrabalho do Policia Militar nos casos reiterados de furtos; as pessoas em situação de rua e invasoras do complexo Santa Cruz; a adoção de medidas para desestimular os pedintes e usuários de drogas a permanecerem na praça; o andamento da criação da APAC de Poços de Caldas; as melhorias do policiamento já sentidas pela comunidade, principalmente pela nova localização da BSC (Base de Segurança Comunitária que foi retirada da rua Assis e alocada na praça Pedro Sanches); a revisão dos procedimentos da Assistência Social no tocante ao problema de pessoas em situação de rua; a sugestão acatada para reativação do GGIM (Gabinete de Gestão Integrada Municipal).

O Tenente comentou sobre a importância do debate. “O objetivo da reunião com a Rede de Comerciantes Protegidos da Praça Pedro Sanches foi fomentar a discussão a respeito das possíveis soluções para os problemas de segurança pública e assistência social”.

Segundo Douglas Dofu, o assunto segurança pública tem gerado certa preocupação em toda a comunidade. “Os pequenos furtos ocorridos na área central, geralmente praticado por menores, preocupam. Ficou deliberado que será montada uma comissão especial com representantes da PM, dos comerciantes, do Poder Legislativo e do Poder Executivo para pensar ações que possam inibir furtos e roubos. Todos estão buscando soluções e é fundamental a participação de Secretarias, como a de Defesa e Social e a de Promoção Social. Precisamos entender que há questões sociais e de saúde pública envolvidas nessas causas. E são essas causas que levam à criminalidade”, disse Douglas Dofu.

A vereadora Luzia Martins defendeu a volta do Gabinete de Gestão Integrada Municipal. “No passado, no governo do ex-prefeito Eloísio, tínhamos em Poços de Caldas o GGIM. Não cheguei a participar deste grupo, mas tenho conhecimento que as reuniões tratavam da segurança pública, eram mensais, aconteciam no gabinete do prefeito com vários atores envolvidos. Esses encontros eram registrados em atas e previam ações pontuais. Na minha opinião, essa prática deveria ser retomada, pois só teremos uma cidade mais segura com a participação de todos nas discussões, culminando em proposições assertivas. A reunião com vários atores sociais teve como propósito esse diálogo em função dos inúmeros atos que vêm ocorrendo em nosso município e que estão colocando a população em situação de insegurança. Achei a reunião muito produtiva, pois permitiu dar voz às pessoas que estão sentindo essa insegurança, o que contribui para uma demonstração de cidadania”, afirmou.