Vereador quer suspender decreto de calamidade

Um projeto de decreto legislativo, de autoria do vereador oposicionista Paulo Tadeu, que constava da pauta da primeira sessão ordinária, acabou não sendo lido e por isso só será submetido ao plenário, na reunião da próxima terça-feira. O referido projeto susta a aplicação do decreto de calamidade pública no âmbito da administração financeira baixado pelo prefeito Sérgio Azevedo em virtude do atraso nos repasses constitucionais por parte do governo do estado.

Fechar Menu