Portal de Notícias e Web Rádio 

O vereador Wellington Paulista (União Brasil) é autor de um Requerimento que solicita informações à Prefeitura sobre as filas de espera para cirurgias, exames e consultas no município. A proposição foi aprovada por unanimidade durante a última reunião ordinária da Câmara, na terça-feira (29).

As questões que envolvem a saúde pública têm sido abordadas pelo parlamentar desde o início da Legislatura. Através de Proposições apresentadas no Legislativo, Paulista vem sugerindo medidas importantes para melhorias na área, como por exemplo o Anteprojeto n. 06/2022, que propõe a criação do programa Corujão da Saúde. O objetivo desta medida é ofertar consultas, exames e cirurgias em horários alternativos, preferencialmente das 18h às 00h, a fim de zerar a fila de procedimentos que foram adiados devido à pandemia.

No Requerimento, o vereador destacou que o acesso aos serviços de saúde permanece um dos problemas mais graves do país. “A falta de uma estrutura hierarquizada e eficiente, a escassez de recursos para a saúde e os investimentos insuficientes em hospitais, profissionais e tecnologia são, sem dúvida, os principais fatores que justificam a atual situação”, disse.

Para o legislador, uma das grandes preocupações, neste cenário, é a fila de espera para alguns procedimentos. Com relação às cirurgias, ele comentou que cada paciente que é submetido a uma cirurgia na rede pública passa, na verdade, por várias filas de espera consecutivas. “A chamada fila de espera de cirurgia, que representa o período entre a indicação cirúrgica e a sua realização, é só a última e por vezes a menor delas. O tempo real de espera compreende vários outros períodos pregressos, desde o surgimento dos sintomas da doença até a obtenção do tratamento especializado, cada um deles pautado por dificuldades e atrasos próprios”.

Paulista falou, ainda, sobre sua preocupação com a fila das consultas. “Talvez seja o ponto de maior afunilamento para os pacientes. Sabemos da superlotação de nossos ambulatórios nos serviços públicos. Em muitos, a demora para se conseguir a consulta é de vários meses ou ultrapassa um ano, o que gera uma enorme demanda reprimida. Diante disso, estamos questionando o Executivo se existe algum plano de ação para diminuir as enormes filas, tanto de exames, como também de cirurgias e consultas, e também sobre a viabilidade de atender à inciativa Corujão da Saúde, que apresentamos recentemente”, ressaltou.

Segundo o vereador, vários outros parlamentares já trataram desse tema, inclusive alertando para a necessidade de um mutirão de procedimentos o mais breve possível. “Outros colegas têm abordado esse assunto, falando da importância de ações que atendam às demandas da população. Estamos junto buscando as melhorias que a comunidade aguarda”, concluiu.