O responsável pela administração da Santa Casa informou ainda que os R$ 6 milhões recebidos por meio do Ministério da Saúde foram utilizados para investimentos de modernização. Estão sendo instalados dois novos elevadores, uma vez que os antigos estavam com as molas quebradas oferecendo risco para os pacientes e funcionários. Foram colocadas mesas cirúrgicas novas nos centros cirúrgicos, além de focos de iluminação a base de led, implantados arcos cirúrgicos digitais e adquirido um microscópico cirúrgico para realizar neurocirurgias de autoprecisão.

Além disso foram investidos mais de R$ 400 mil só em instrumentais cirúrgicos. Foram compradas duas torres de vídeos para realizar o que há de melhor no padrão cirúrgico. “O recurso foi investido em medicação, obras de infraestrutura, pagamento de folha de médicos e enfermagem e em tecnologia”, explicou Ricardo Sá aos vereadores.