Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

Desde outubro do ano passado está em estudo na Secretaria de Serviços Públicos e análise da Procuradoria Geral do Município, uma proposta interessante para o município que tem como objeto a implantação de uma Usina de Valorização de Resíduos (UVR), apresentada por um consórcio que agregou entidades organizadas de Catadores/empresas para Soluções Resíduos Sul de Minas Gerais, que tem como prioridade principal trazer/implantar uma Usina de Valorização de Resíduos (UVR), em Poços de Caldas, seguindo exemplo de modelo já em operação em Santa Catarina e na cidade de Salto/SP..

A UVR visa reduzir/eliminar necessidades de aterro, cujo alto custo pressiona o orçamento da cidade. Um dos requisitos da UVR é que o município promova a Coleta Seletiva, que em Poços tem um índice modesto de materiais recicláveis(cerca de 2% quando a média nacional é de cerca de 3,5% e no exterior em torno de 20%) seja por falta de conhecimento ou seja por falta de experiência. Ou ambos.

Um dos grandes desafios desta administração está na solução definitiva para o lixo coletado na área urbana, estando em fase de preparo uma área pertencente a Mineração Curimbaba e cedida ao município para servir como local de transbordo de todo lixo que será transportado para o aterro sanitário localizado no município de Casa Branca, interior paulista.

No início de outubro de 2020, integrantes do Consórcio Soluções Resíduos Sul de Minas realizaram uma visita técnica a Salto/SP para conhecer a Usina de Valorização de Resíduos sólidos (UVR), inaugurada há pouco tempo em cidade com população similar à de Poços.