TV cabide

Nesses dias, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, em evento em São Paulo, criticou gastos absurdos da Casa que ele preside. Só deixou de lado a sangria de R$ 200 milhões na manutenção da TV Câmara, que tem 38 servidores concursados e outros 227 terceirizados (não fariam falta se fossem dispensados). E falou que a média salarial lá é de R$ 30 mil mensais. Também na média, motoristas ganham em torno de R$ 12 mil. Um verdadeiro cabide de empregos.

Fechar Menu