Ontem o presidente do Conselho Municipal de Turismo, André Carneiro, classificou como ‘dramático’ o momento que o turismo de Poços de Caldas atravessa com a pandemia. “O turismo encontra-se na UTI no momento e acredito que se não houver efetivação de ações diferentes, nós poderemos ter um colapso econômico”, alertou em entrevista ele em entrevista na TV Plan. Segundo André, o turismo atinge mais de 50% de segmentos diferentes entre comércio, bares, restaurantes, hotéis e atrativos turísticos.

“A cidade é turística. Em 2019, pelos números, o turismo representou o maior empregador do município, ele ultrapassa o poder público, são mais de 6 mil pessoas ligadas diretamente ao setor. O desemprego está muito grande”, lamentou.