Turbulência à vista…

O governo municipal pode pagar caro o erro na articulação de bastidores que levou a presidência e a primeira secretaria da Câmara vereadores que não integram a bancada governista. Isso porque o novo presidente do legislativo, professor Carlos Roberto, não tem a mesma experiência e o jogo de cintura do seu antecessor, Antonio Carlos Pereira, que conseguiu manter um bom relacionamento com os vereadores de oposição e tinha até o apoio deles para continuar no cargo.

Não é preciso bola de cristal para antecipar os embates que devem ocorrer a partir de agora entre o presidente a os vereadores oposicionistas que com certeza não irão colocar azeitona na empada do presidente. Com isso quem sairá prejudicado será a própria administração que errou ao se omitir e não apoiar a reeleição do vereador do DEM.

Tudo isso por causa de ciúmes de alguns vereadores da própria bancada do prefeito que impediram a aprovação do projeto que alterava o regimento interno para permitir a reeleição de membros da mesa diretora.

Fechar Menu