Transporte escolar (II)

Uma segunda questão que envolve a classe está na expedição da licença para este tipo de atividade que por exigência da prefeitura, precisa ser renovada a cada seis meses junto ao Departamento Municipal de Trânsito.

Como o certificado de regularidade para o transporte passou a ser cobrado, houve chiadeira e o caso foi parar no Ministério Público que acabou intervindo e determinando que esse tipo de certificado só tem valor se expedido pelo DETRAN-MG.

Ontem o DETRAN-MG anunciou que quem deseja realizar ou permanecer executando o serviço de transporte escolar este ano não precisa mais correr para regularizar a situação. É que o prazo, inicialmente fixado no dia 29 de janeiro, foi prorrogado para o dia 30 de junho.

Fechar Menu