TCE-MG dá uma “mãozinha” aos prefeitos

Em uma decisão para evitar que os prefeitos mineiros tenham as contas reprovadas em massa, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) decidiu prorrogar para 2021 a exigência de que os gastos com funcionários e programas sociais do governo federal sejam contabilizados na folha de pagamentos dos municípios.

O principal objetivo da decisão é evitar que os gestores sejam enquadrados na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), diante do dramático atraso de repasses do governo do Estado.

A decisão do TCE-MG, publicada no último dia 12 de junho, beneficia todos os 853 municípios mineiros. Pelo menos seis apelos foram feitos ao tribunal, sendo o primeiro deles o do ex-prefeito de Ingaí, no Sul de Minas, Giuliano Ribeiro Pinto.

Na Santa Casa

Para conhecer o hospital e se colocar à disposição da diretoria no sentido de colaborar naquilo que for possível, esteve visitando o hospital da Santa Casa esta semana, o Pastor Roberto Santos, que coordena as ações do PRB (Partido Republicano Brasileiro), em toda a região.

Recebido pelo superintendente administrativo, Azer Zenun Junqueira, o representante do PRB se mostrou entusiasmado com o tamanho e os equipamentos disponíveis naquele que é considerado o maior e mais bem equipado hospital da região.

Ao visitar as obras de ampliação da ala pré-natal, Santos elogiou a nova ala que está em construção e prometeu trabalhar, juntamente com o deputado Mauro Tramonte, que representa a cidade na Assembleia, no sentido de destravar recurso do governo do Estado que já está inclusive empenhado.

Roberto Santos, que estava acompanhado do sr. Orlando Rodrigues, disse que a intenção do partido em Poços é formar uma chapa com candidatos com bom potencial de votos para conquistar representação na Câmara Municipal na eleição de 2020.

 

Primeiro e único

Sempre que a plateia é propícia, o prefeito Sérgio Azevedo não deixa por menos. Diz para quem quiser ouvir que a sua administração é a melhor de todas, desde a volta das eleições diretas para prefeito nas estâncias e só perde (ou empata) com a do seu colega engenheiro, Luiz Antonio Batista.

– E’ a melhor, muito melhor até que a dos ex-prefeitos José Aurélio Vilela e Adnei de Morais, que foram prefeitos do mesmo grupo politico ao qual pertenço.

Diz om prefeito, se colocando até como melhor que as duas gestões de Sebastião Navarro e os demais antecessores. Huuumm!!!

Fechar Menu