Só 3 setores dão sinais de recuperação

Apenas dois de 15 segmentos industriais avaliados – o farmacêutico e o de papel e celulose – usaram, no primeiro trimestre deste ano, a capacidade de produção de suas fábricas em níveis considerados elevados, isto é, acima da média histórica, enquanto a indústria do vestuário registrou ocupação em níveis normais. Os resultados estão em um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da FGV, a pedido do Estado, para saber quanto os fabricantes estão desperdiçando do seu capital gasto na compra de máquinas, equipamentos e até para erguer galpões industriais que estão subaproveitados. (Estado)

Fechar Menu