Sem retrocesso

Segundo assessores próximos ao chefe do executivo, apesar da recomendação feita pela Ordem dos Advogados do Brasil, subseção de Poços de Caldas, o prefeito Sérgio Azevedo não pensa em voltar atrás recolhendo os carnês já entregues para uma nova revisão nos cálculos do reajuste aplicado.

Para o chefe do executivo os cálculos foram feitos de forma correta e mesmo que a questão seja judicializada pela OAB, ele tem certeza que a justiça acabará dando ganho de causa para a prefeitura. Sérgio diz confiar na orientação jurídica que recebeu do Procurador Geral, Fábio Camargo.

Fechar Menu