Sem garantias

A EPTV divulgou ontem em seu telejornal reportagem onde aponta que duas barragens em Caldas não têm garantia de segurança da Agência Nacional de Mineração (ANM). Segundo o órgão, uma auditoria atestou falta de dados e documentos técnicos. No município, as barragens são de responsabilidade das Indústrias Nucleares do Brasil (INB) e está no cadastro da Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM).

Minas Gerais tem hoje 698 barragens cadastradas na Fundação Estadual do Meio Ambiente. No Sul de Minas, são 45 em sete cidades. Essas barragens passam por auditoria da ANM, que determina se elas estão em situação estável ou não.

Além de Caldas, outras seis cidades do Sul de Minas possuem barragens. Poços de Caldas é a cidade com maior número de barragens, sendo 17, seguida pelos municípios de Guaranésia (6), Nazareno (6), Passos (6), São Tiago (6) e Fortaleza de Minas (2). No entanto, todas passaram pela inspeção da ANM, o que significa que têm garantia de estabilidade e não correm risco de rompimento.

Fechar Menu