Sem dinheiro

O ex-presidente Michel Temer afirmou ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, que o bloqueio de R$ 8,2 milhões de suas contas no âmbito da Operação Lava-Jato “inviabilizou o próprio sustento de sua família”.

O magistrado havia ordenado ao Banco Central um confisco total de R$ 62 milhões de contas e bens de Temer, alvo da Operação Descontaminação, desdobramento da Lava-Jato que põe o ex-presidente no papel de líder de organização criminosa para suposta arrecadação de propinas.

Fechar Menu