Saúde: descentralização do atendimento

O serviço de Assistência Farmacêutica da Secretaria Municipal de Saúde tem quatro pontos de atendimento no município, específicos para a dispensação de medicamentos. São Farmácias Municipais distribuídas nas regiões Sul, Leste, Oeste e Central. Além disso, as UBSs – Unidades Básicas de Saúde, também possuem dispensários para fornecer medicamentos de uso contínuo, como por exemplo: para controle de pressão, diabetes e contraceptivos.

“Temos diversos pontos de atendimento, mas ainda assim, cerca de 40% da nossa dispensação de medicamentos são feitos de forma concentrada, na Farmácia Central, na Policlínica. Isso torna o atendimento mais lento, gera filas e sobrecarrega a equipe. Dentro disso é muito importante divulgar os diferentes pontos de atendimento, para que a população saiba e procure também os outros pontos de dispensação”, comentou Yula Merola, responsável técnica da Assistência Farmacêutica. Já nas Farmácias Municipais, podem ser dispensados todos os tipos de medicamentos, desde que na presença do farmacêutico.

Documentos Importantes

No caso dos dispensários das UBSs, para retirar o medicamento é necessário levar apenas uma carteirinha de usuário, fornecida na própria unidade de atendimento. Para retirar medicamentos nas farmácias municipais, é necessário levar o Cartão SUS e a receita médica. Já os retrovirais para pacientes em acompanhamento no Programa Municipal DST/AIDS são retirados diretamente na sede do serviço, na Secretaria Municipal de Saúde. Este controle na dispensação de medicamentos visa a integridade e a segurança do paciente que, atendido e orientado por profissionais preparados, terá mais condições de fazer o uso correto da prescrição médica.

Horários de Atendimento das Farmácias

As quatro unidades funcionam de segunda a sexta. As Farmácias Central e Sul também fazem plantões aos sábados, com o intuito de melhorar a assistência prestada aos pacientes que passam pelos serviços de pronto-atendimento do Município, na sexta a noite e no sábado durante o dia. Lembrando que aos sábados não são liberados medicamentos controlados.

 

Audiência sobre a concessão dos pontos turísticos

A Prefeitura e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) promovem, na próxima terça, 18 de fevereiro, audiência pública para debater a minuta do edital de concessão onerosa dos pontos turísticos de Poços de Caldas. O evento tem início às 10h, no teatro da Urca. As inscrições para uso da palavra acontecem a partir de 9:30h.

A audiência pública é uma das etapas do processo de concessão onerosa dos pontos turísticos à iniciativa privada. Uma outra etapa é a realização de reuniões, chamadas de ‘road show’ com possíveis investidores interessados na concessão. As reuniões já aconteceram em São Paulo e Belo Horizonte. Em Poços, acontecem na próxima segunda, 17, na antiga sede do DME, à rua Pernambuco.

Paralelamente a todo este processo, acontece uma consulta pública, até o próximo dia 21, para conhecimento e análise da minuta do edital e seus anexos. Os interessados poderão enviar suas dúvidas, sugestões e comentários para o endereço eletrônico: [email protected]

Os documentos podem ser acessados no site da Prefeitura, pelo link  https://bit.ly/2vDtygj e são resultados de estudos econômicos e jurídicos elaborados pelo BDMG.

Concessão

O circuito turístico é formado por quatro equipamentos, cuja operação será repassada à iniciativa privada: o Complexo Turístico Cristo Redentor (que inclui o teleférico), a Fonte dos Amores, o Recanto Japonês e o Complexo Turístico Véu das Noivas. A concessionária será responsável pela exploração de atividades turísticas de visitação dos equipamentos turísticos, incluídas obrigações de gestão, melhorias e operação dos atrativos existentes, em formato de circuito turístico integrado.

O governo prevê uma concessão de 30 anos e investimentos iniciais na ordem de R$ 37 milhões, com o vencedor sendo definido pelo maior valor de outorga fixa ofertado. O valor estimado do contrato é de R$ 439 milhões.

Fechar Menu