Sargento preso constrange Planalto

Detido na Espanha, militar auxiliava comitiva de Bolsonaro; caso põe em xeque aparato de segurança do presidente Em um caso que gerou constrangimento internacional para o Palácio do Planalto e as Forças Armadas, o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, 38, foi preso em Sevilha, na Espanha, com 39 kg de cocaína em uma mala.

Ele integrava a equipe que dá suporte à comitiva do presidente Jair Bolsonaro em sua viagem para a cúpula do G20, no Japão. O presidente afirmou que o episódio é inaceitável.

Fechar Menu