Através do Requerimento n. 1005/2021, aprovado em Plenário, o vereador Flávio Togni de Lima e Silva (PSDB) sugere que a Câmara receba a exposição fotográfica “Retratos de Limercy Forlin – Um Recorte na História de Poços de Caldas”. O objetivo é que a mostra faça parte das comemorações do aniversário de 150 anos de Poços no ano de 2022.

Na semana passada, Flavinho levou uma cópia da proposição ao coordenador do Instituto Moreira Salles de Poços, Haroldo Paes Gessoni. “Ficamos muito felizes pelo interesse da Câmara em receber este trabalho. Vou levar isso à curadoria e à diretoria do IMS. Já é praticamente certo que a exposição vai para Belo Horizonte no ano que vem, também dentro das comemorações do aniversário da cidade. Para a Câmara, teremos que pensar em um formato especial, já que o espaço físico da Casa Legislativa é bastante reduzido, mas é possível sim fazermos isso de forma que pelo menos parte da exposição possa ser vista por mais pessoas”, afirmou Gessoni.

Durante visita ao IMS, Flavinho também entregou cópias do Requerimento 1004/2021, com Votos de Congratulações ao Instituto e toda equipe pela realização da exposição, e do Requerimento 1006/2021, que encaminha Votos de Congratulações à família Forlin pela doação do acervo de fotos para a exposição. “Estou muito feliz e emocionado com este carinho. Mesmo tanto tempo depois, 35 anos depois da morte do meu pai, ele continua sendo lembrado, continua presente e isso é muito especial para todos nós da família. Só tenho a agradecer ao Flavinho e à Câmara por isso”, disse um dos filhos, Carlos Alberto Vieira Forlin.

No dia 01 de outubro, se estivesse vivo, Limercy Forlin completaria 100 anos. Na exposição, são cerca de 7.500 retratos de moradores da cidade, feitos no período entre os anos de 1958 a 1982, e que permitem um recorte cronológico, com imagens de políticos, figuras conhecidas da região e também de profissionais liberais, operários e imigrantes, cidadãos e cidadãs de Poços de Caldas. De uma família de imigrantes italianos, Limercy Forlin nasceu em Vargem Grande do Sul/SP. Em 1945, o fotógrafo se mudou para Poços de Caldas, ano em que também fundou seu estúdio, junto com a esposa, Zizi Forlin. Na exposição, em cartaz na Casa da Cultura até março de 2022, além dos retratos, também podem ser vistos os equipamentos utilizados pelo casal Forlin para registro, revelação e retoque das fotos, e peças como o boneco do Pato Donald, utilizado para entreter as crianças fotografadas.