Solicitada pela Associação de Bares e Restaurante, com o apoio da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária, do Convention Bureau e do Sindicato dos Hotéis, foi realizada ontem uma reunião com os representantes destas entidades com integrantes do Comitê  Municipal de Enfrentamento à Covid-19. O encontro contou ainda com a presença do prefeito Sérgio Azevedo, do vice Júlio de Freitas e do secretário de Saúde, Carlos Mosconi.

Na ocasião os comerciantes alegaram que as últimas restrições estabelecidas pelo município poderão gerar novas demissões e fechamento de estabelecimentos. Mosconi justificou a medida em razão do aumento do uso das UTIs com a doença, que está beirando o ponto máximo e informou que a medida deve prevalecer por mais uma semana, com o comércio, considerado não essencial, fechando as 21 horas