Restrição a visitas

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad só poderá visitar o ex-presidente Lula uma vez por semana, e não mais diariamente, após a juíza Carolina Lebbos Moura acolher pedido do Ministério Público Federal para endurecer as condições do petista no cárcere, informa o Estadão. Ela cancelou o direito especial para que Haddad fosse nomeado como defensor jurídico do ex-presidente – o ex-prefeito de São Paulo é bacharel em Direito – e ainda determinou que Lula terá direito a um visita religiosa por mês, como os demais encarcerados que estão na PF.

Fechar Menu