O vereador Claudiney informou que como advogado aproveitou o fim de semana para elaborar sua defesa, mas que ficou surpreso ao buscar os documentos da relação processual, ou seja, quem são aqueles que o estão o acusando. “Não existem documentos. São alguns partidos políticos, mas não existem os estatutos constitutivos devidamente anexados na representação, não existe uma ata de eleição dos últimos dirigentes devidamente registrada em cartório, não existem documentos pessoais desses que se dizem presidentes desses partidos, simplesmente uma representação muito mal redigida, com erros de português, inclusive, e assinada por pessoas com letras incompreensiveis, que eu não sei de quem é esta representação”, garantiu.