Reforço de caixa

O Departamento de Suprimentos da Prefeitura Municipal agendou para o dia 16 de setembro, pregão para a escolha da nova instituição bancária que vai administrar, com exclusividade, a folha de pagamento dos servidores que é disparada a mais robusta da região sul-mineira, incluindo os servidores inativos, pensionistas ou qualquer pessoa que mantenha ou venha a manter vínculo de remuneração com a administração direta (prefeitura) ou indireta (Autarquia Municipal de Ensino e Fundação Jardim Botânico.

Uma boa oportunidade para faturar alguns milhões e reforçar o caixa que nunca esteve tão baixo.

 

Desperdício

Por outro lado, a secretaria de Promoção Social anda desperdiçando dinheiro público. O Extrato de Contrato de número 356, da Secretaria de Administração, publicado no diário oficial na edição de quinta-feira, confirma a contratação de Cassiana Moreira Torres, empresa especializada na realização de trabalho social nos empreendimentos Residencial Vale dos Pinheiros, Residencial Sonho Dourado I e II, do Programa Minha Casa Minha Vida.

Valor do desperdício: R$ 570 mil reais para um trabalho que poderia ser realizado pela própria secretaria. Coisas da “gestão técnica”.

 

Quem paga a conta

O prefeito Sérgio Azevedo anunciou, em vídeo postado nas redes sociais, compromisso com os estudantes universitários e técnico para redução no preço da passagem do transporte coletivo.

Quem tem por direitos constitucionais direito a passagem gratuita no transporte público são os idosos. No caso anunciado pelo alcaide, quem deveria subsidiar o desconto seria a própria prefeitura e não a empresa concessionária.

Até porque a graça que está sendo feita pelo chefe do executivo, quem sabe para ganhar a simpatia dos estudantes com vistas para a reeleição,  será incluída no cálculo para determinar o preço da passagem que os demais usuários do sistema terão que pagar.

Fechar Menu