Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

Há quase três anos, através de uma comissão liderada pelo Polígono Sul-mineiro do Livro, o sul de Minas, vem trabalhando arduamente para mobilizar os três Macroterritórios: Serras-Campos-Águas e os vinte e oito Microterritórios Literários Sul-Mineiros para candidatar a estância hidromineral e literária de nascença, a bela Poços de Caldas como a primeira no Brasil a receber o título da Unesco, na categoria «Cidades Criativas» no âmbito da Literatura.

A iniciativa acontece desde 2004 quando a Unesco busca cidades que se destacam por suas inciativas destinadas a fazer da cultura e da criatividade um motor do desenvolvimento sustentável e da promoção do bem-estar de seus cidadãos. As áreas destacadas pela entidade são: Artesanato e arte popular, Design, Filme, Gastronomia, Música, Mediaarts e Literatura. No Brasil, dez cidades já integram a rede, entretanto, nenhuma na área da Literatura. E Poços de Caldas oferece todas as condições para isso.

Além da vocação natural de Poços de Caldas já ligada à Literatura desde seu surgimento em 1872 e pela forte presença de literatos, intelectuais, políticos e personalidades de vários segmentos que aqui nasceram, viveram e visitaram a cidade ao longo dos anos. Outro ponto forte de Poços de Caldas são os altos índices de leitura segunda pesquisa realizada pela Câmara Mineira do Livro em 2015 que destaca Poços de Caldas como a cidade com o maior índice de leitores em todo Estado e proporcionalmente no Brasil.

O Secretário de Estado da Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, que não conhecia a cidade, ficou encantado com o lugar, tanto que acabou permanecendo por mais tempo em Poços. Ele veio acompanhado por Milena Pedrosa, subsecretaria de Turismo e Bernardo Brandão, subsecretario de Cultura e estiveram por todo sul de Minas para ouvir e se encontrar com o trade do turismo e cultura da região. Em Poços de Caldas, o secretario Leônidas teve a oportunidade de se encontrar com os principais «players» do setor da cidade e conhecer melhor os vários segmentos alinhados com as políticas de expansão do turismo de Minas Gerais para o mundo. Dentre elas, a candidatura de Poços de Caldas no Edital da Unesco que poderá oferecer uma oportunidade especial para o reconhecimento internacional da cidade, dando-lhe a chancela de ser a primeira no segmento da Literatura no Brasil e a segunda no mundo em língua portuguesa. Leônidas e sua comitiva receberam o documento oficial preparado pela Prefeitura Municipal e entregue pelo Secretário de Cultura local Gustavo Dutra e pela Curadora do Flipoços, Gisele Ferreira. Nele consta a intenção da cidade pela candidatura internacional e a solicitação do apoio do Estado de Minas para tal pleito. Esteve ainda em Poços de Caldas, o deputado estadual poçoscaldense, Mauro Tramonte, que também recebeu o mesmo documento para dar andamento junto à Assembléia Legislativa.