PT recebeu propinas de R$ 270 milhões

O ex-ministro Antônio Palocci afirmou em delação premiada que o PT recebeu R$ 270 milhões em propina, valores que teriam sido usados para pagar as campanhas eleitorais da legenda. A informação consta nos 23 anexos que compõem a delação premiada feita por ele à força-tarefa da Lava-Jato. As informações foram publicadas, nesta quarta-feira, no site da Revista Veja. O depoimento, homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), implicam 12 políticos, entre parlamentares, ex-ministros e empresas. Parte dos valores teriam sido declarados à Justiça Eleitoral de forma legal, mas há montante que não foi oficialmente contabilizada, função que cabaia ao ex-tesoureiro João Vaccari.

Fechar Menu