Protesto contra Zema

Grupos de servidores do governo de Minas fizeram manifestação contra o não-pagamento do 13° salário e do parcelamento dos vencimentos relativos a dezembro do ano passado. Em um carro de som, os cerca de 200 manifestantes queimaram dois caixões simbolizando a morte do governador Romeu Zema (Novo), que tomou posse em 1° de Janeiro. Sindicatos dos bombeiros, das Polícias Civil e Militar e do Ipsemg estiveram presentes. “Se o Zema não pagar, nós vamos parar. Houve aumento para deputados e juízes. Nós fomos obrigados a prejudicar nosso Natal porque não tivemos o 13°”, afirmou um dos sindicalistas.

Fechar Menu