Propinas para Garotinho e Rosinha

Os ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Matheus receberam R$ 25 milhões em propinas da Odebrecht, ao longo do período entre 2008 e 2012, para “diversas finalidades”, afirma, em denúncia, o Ministério Público Estadual do Rio. O casal foi preso nesta terça-feira pela Operação Secretum Domus, que mira fraudes e suposto faturamento nos programas Morar Feliz I e II, da prefeitura de Campos dos Goytacazes – região Norte fluminense -, administrada por Rosinha entre 2009 e 2017, tendo Garotinho como secretário.

Fechar Menu