Promoção Social confirma cadastro

Técnicos da Secretaria de Promoção Social estão agendando visitas nas casas daquelas pessoas que atualizaram seu cadastro, buscando uma das unidades de habitação dentre as 636 que estão sendo construídas em Poços de Caldas pelo programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal.

Para o empreendimento no Jd. Itamaraty, as visitas já foram encerradas. Agora, estão sendo feitas com as pessoas que se habilitaram a receber uma das unidades do empreendimento Residencial Sonho Dourado, no Jd. Esperança 3, na divisa com o bairro São Bento, na zona sul de Poços.

As visitas são importantes pois os assistentes sociais conferem, in loco, as informações passadas durante o cadastro e se realmente as pessoas se enquadram nos requisitos nos quais devem se encaixar o beneficiário. As visitas são agendadas previamente, por meio do telefone informado durante a realização da atualização cadastral do Programa Municipal de Habitação, realizada em 2018.

Durante a visita , as pessoas devem ter em mãos os documentos necessários, exigidos pelo cadastro. São eles: certidão de nascimento ou de casamento de todos os moradores da casa e comprovante de endereço (conta de água ou de luz). Para os moradores maiores de 16 anos, são exigidos CPF; RG; Carteira de Trabalho; Título de Eleitor e comprovante de renda (holerite ou extrato bancário). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3714-3564.

“Mas, nossa equipe vem encontrando dificuldades para encontrar pessoas em casa, no dia marcado. Então solicitamos que permaneça pelo menos um responsável na residência, para receber os técnicos. Sem as informações desta visita, o cadastro poderá até mesmo ser cancelado, pois temos prazos a cumprir junto à Caixa, que está nos cobrando a lista dos pré-selecionados”, informa Luzia Martins, secretária de Promoção Social, lembrando que a lista final dos contemplados com uma unidade habitacional será divulgada pela Caixa, e não pela Prefeitura.

Após a confrontação dos dados obtidos nas entrevistas, é gerada uma nova lista, que será enviada para a Caixa para seleção final. A instituição exige que seja encaminhado um excedente de 30% de pessoas selecionadas, para possíveis substituições na fila, em caso de algum cadastro não ser aprovado na seleção final.

Serão beneficiadas pelo programa, famílias da “faixa 1”, inscritas no Programa Municipal de Habitação, seguindo a ordem de cadastramento e respeitando as cotas determinadas em lei, para pessoas com deficiência e idosos.

Fechar Menu