A Secretaria de Promoção Social lançou um edital de patrocínio no valor total de R$ 60 mil para que pessoas físicas possam apresentar projetos, no valor limite de R$ 12 mil, para ser aplicados na área socioassistencial. “São projeto com trabalhos com famílias, jovens adolescentes, idosos, sempre pensando no grupo que pertence a área social famílias em riscos e de vulnerabilidade social. São projetos complementares a ações já executadas pela Secretaria de Promoção Social”, explicou o secretário Carlos Eduardo Almeida.

O objetivo, segundo ele, é formar ou aprimorar as pessoas para que possam se reintegrar ao mercado de trabalho ou abrir seus próprios negócios. “É mais uma área da assistência social que se abrange na possibilidade de renda e trabalho para estas pessoas”, informou o secretário