Projeto derrotado

Em decisão vista como um recado ao governo, a Câmara aprovou projeto que revoga os efeitos do decreto que ampliava a lista de servidores com poder de classificar documentos como sigilosos. “Perdeu, playboy”, reagiu, com humor, o vice Hamilton Mourão, que foi quem assinou o decreto, durante internação de Bolsonaro. (Estado)

Fechar Menu