Procura-se um candidato

Basta andar pela área central e conversar com as pessoas sobre o futuro da cidade no campo da politica para descobrir que os eleitores estão ansiosos por um candidato diferente para comandar a prefeitura a partir de 2021.Alguém que represente algo novo, com propostas concretas para recolocar a cidade nos trilhos do desenvolvimento e voltar a condição de cidade-líder da região.

O problema é que este candidato ainda não apareceu e nomes considerados como competentes para esta missão se recusam a ser ser candidatos. Nomes como do engenheiros Cicero Machado, Gustavo Frahya, Luiz Antonio Batista, Ércules Tassinari são sempre citados, mas nenhum deles aceita o desafio.

 

Futuro indefinido

E por falar em mais do mesmo, os ex-prefeitos Eloisio Lourenço e Paulinho Courominas continuam com seus futuros indefinidos. Eloisio ressuscitou politicamente (como reconheceu o vereador Paulo Tadeu), após a entrevista no “Poços em Debate”, enquanto que Courominas fala em disputar vaga na Câmara, mas se movimenta como quem deseja algo mais.

Ulisses Guimarães continua enrolado na justiça e seu caminho natural será tentar novamente se eleger eleito deputado na próxima eleição, enquanto que o MDB rota grosso mas o máximo que deve conseguir é um candidato meia boca com alguns trocados para gastar na campanha.

Resta aguardar pelo nome que deve surgir do Partido Novo, que possui muitas amarras que pode desaguar em um nome que não agrade ao eleitor. Neste caso, como diz o próprio pessoal do Novo, teremos que escolher o menor ruim.

 

Nova fase

A famosa casa amarela na esquina da Av. Francisco Salles com Rua Minas Gerais, que abriga o comando do governo municipal está alterando seu visual com pintura nos detalhes do prédio que é tombado pelo patrimônio histórico. A pintura nova deve ser uma tentativa para espantar a urucubaca que não deixa o governo deslanchar

Fechar Menu