Problema em dobro

Sérgio Azevedo não anda satisfeito com o desempenho da secretaria de obras, onde estão lotados seus ex-companheiros de trabalho em gestões passadas. Nomeou até José Benedito Damião, pessoa da sua confiança, para o cargo de secretário adjunto para ver se o serviço começa a andar com mais rapidez no setor. A questão maior está na buraqueira que tomou conta de quase todas as vias públicas, causando enorme desgaste para o governo.

E o problema é duplo, primeiro os moradores e usuários reclamam dos buracos e depois, quando a prefeitura realiza o tapa-buracos, fazendo um serviço de péssima qualidade os usuários reclamam que na primeira chuva os buracos serão reabertos.

Hoje este é o principal problema da administração tucana, dando a impressão de uma cidade abandonada e sem prefeito. A cada buraco, os motoristas homenageiam o alcaide com palavrões impublicáveis.

Solução rápida

Quarta-feira, no final da tarde, na Rua Alagoas, foi detectado um vazamento de água tratada, próximo ao número 30. O fato foi comunicado ao DMAE e ontem pela manhã já tinha homens e máquinas trabalhando no local para resolver o problema. Acabaram descobrindo um grande vazamento no local que deu trabalho mas foi resolvido antes do meio dia.

No Boca Boa…

Nosso amigo e parceiro, Orlando Rodrigues será o entrevistado no programa Boca Boa pelo radialista Silas Lafaiete, nesta sexta-feira, à partir das 17 horas pela Master Web Rádio. Vale a pena ouvir o que o Orlando tem a dizer pelo seu vasto conhecimento de todos os assuntos e pela opinião, sempre inteligente e equilibrada.

Expectativa no DEM

Em discurso na convenção nacional do DEM, o ministro da Casa Civil, OnyxLorenzoni, insinuou nesta quinta-feira que o presidente Jair Bolsonaro pode voltar para o partido. Bolsonaro se filiou ao PSL no ano passado para disputar a eleição ao Palácio do Planalto, mas em 2005 chegou a integrar as fileiras do PFL, hoje DEM. “Temos um ex-filiado do PFL, do DEM, que olha para o nosso partido com imenso respeito e com olho de, quem sabe, querer voltar para casa”, afirmou Onyx.

A notícia deixou os Democratas de Poços de Caldas entusiasmados e caso a volta do presidente se concretize, segundo um integrante do partido, isso poderá fortalecer a legenda em todos os níveis e servir como incentivo para que o diretório local, presidido pelo secretário Tiago Cavelagna, lance candidato a prefeito na eleição de 2020

Rodapé

Em off: pelo menos três secretários municipais estão correndo risco de deixar o governo ou ser transferidos para outros cargos.

Fechar Menu