Presidente afirma ser censurado com limite no Whatsapp

Jair Bolsonaro criticou ontem a limitação no encaminhamento de mensagens pelo WhatsApp, considerando a medida uma forma de censurá-lo. O aplicativo anunciou em janeiro a redução no número de destinatários para envio de mensagens, permitindo cinco por vez. (Folha)

Fechar Menu