Poluição

Como a Câmara Municipal está se propondo a realizar audiência pública para analisar os riscos que oferecem as barragens de rejeitos das mineradoras para o meio ambiente, deveria acrescentar também nesta mesma reunião, um convite para o diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto esclarecer como andam as obras da futura Estação de Tratamento de Esgoto no Córrego D’antas.

É sempre bom lembrar que 70% do esgoto coletado na área urbana é despejado in natura no Rio Lambari, pouco depois da Cascata das Antas. E como o prefeito está preocupado com o emissário de esgoto, que segundo ele, já é insuficiente para transportar tanto esgoto, sendo necessária a construção um segundo emissário, dá para imaginar o volume de dejetos humanos que vem poluindo diariamente o meio ambiente.

Fechar Menu