Pisando no acelerador

Passado o carnaval, a administração entra agora em ritmo de sucessão com a tentativa de reeleição do prefeito. A ordem é apressar o início de algumas obras já programadas com o empréstimo dos R$ 96 milhões, além de outras que serão executadas com recursos próprios.

O prefeito deve também pisar no acelerador, apressando os projetos de mobilidade urbana, revisão do plano diretor e licitação para a concessão do sistema de transporte coletivo, além de vender imóveis para fazer caixa e com isso programar o asfaltamento de ruas e avenidas que por sinal estão uma lástima com buracos por todo lado em consequência das chuvas.

Fechar Menu