PF pede análise de vida financeira de Glenn

Após o site The Intercept Brasil publicar conversas suspeitas atribuídas ao ministro Sérgio Moro com procuradores de dentro e fora da Operação Lava Jato por meio do Telegram, o dono da publicação, o advogado e jornalista Glenn Greenwald, terá sua vida financeira analisada pelo Coaf, a pedido da Polícia Federal. Segundo o site Antagonista, a PF pretende analisar se há relação entre a recente invasão em celulares dos procuradores, investigada em inquérito aberto pela PF, e eventual movimentação financeira atípica do jornalista.

Fechar Menu