Após a leitura do parecer a pedido do líder do governo, vereador Flávio Togni de Lima e Silva, ele afirmou que tinha ficado clara a dúvida das últimas semanas quando foram discutidos o teor dos requerimentos. “Ficou claro que se comete uma ilegalidade, e que não deveria ser aprovada por esta Casa, pelo menos a meu ver”, afirmou o líder da bancada do prefeito, sugerindo que os vereadores retirassem requerimentos com esse teor para não criar uma situação constrangedora com votos contrários a umjpedido de informação. “Não estamos negando nenhum pedido de informação de nenhum colega e sim um requerimento que foi objeto de apreciação pelas assessorias que chegou a conclusão de que a forma está errada, ilegal”, justificou. Baseado ainda no parecer, Flávio sugeriu aos vereadores Tiago Braz e DineyLenon a retirada do pedido de informações sobre indicações feitas ao Demutran.