Portal de Notícias e Web Rádio – CNPJ 44.219.101/0001-23

Não logrou êxito o pedido feito pelo youtuber Alberto Junio da Silva, o “Beto”, para que a presidência da Câmara afastasse de suas funções o assessor parlamentar do vereador Ricardo Sabino, Paulo Rubens Mucciaroni. No ofício que encaminhou a Câmara, Alberto argumentou que o assessor estando na Câmara ele não poderia frequentar a sede do legislativo, que existe uma medida cautelar contra ele, imposta pelo juízo da Comarca,que o obriga a ficar 200 metros de distância do assessor, sob pena de prisão.

A causa de tal decisão teria sido uma possível ameaça sofrida no dia 14 de maio de 2021 para além de supostas agressões sofridas em 12 de maio de 2021. No ofício, Alberto citou que como Câmara é a Casa do Povo, não seria lícito ser tolhido de frequentá-la. O parecer da assessoria jurídica da Câmara para o ofício foi o de arquivamento, já que o assessor não teria violado suas obrigações funcionais ou transgredido a lei que é aplicada por analogia, no que diz respeito aos deveres e responsabilidades da função.

O parecer da assessoria informa ainda que não há que se falar em cerramento da Casa do Povo, uma vez que o acesso de Alberto “Beto” Silva não está sendo vedado e que sua aproximação do assessor, a menos de 200 metros, determinada pela justiça vale para qualquer lugar onde Paulo Mucciaroni esteja presente.