Passarela do bacon

O arquiteto João Neves esclarece que não é o responsável pelo projeto de padronização dos quiosques de lanches localizados às margens do ribeirão, ao lado do Pálace Hotel, que seriam entregues a concessionários para exploração do mesmo tipo de comércio.

O arquiteto, diz que já teve participação no passado, mas hoje não participa da iniciativa. No entanto, mantém sua posição de que é contrário ao uso de dinheiro do fundo do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico (Condephact) para ser empregado na construção dos quiosques que na sua opinião deveriam ser financiados pelos futuros concessionários, obedecendo ao projeto elaborado pela prefeitura.

João Neves conhece bem o problema e entende que a iniciativa é boa e que o assunto interessa a todos, mas desconhece notícias de aprovação do referido projeto pelo IEPHA (patrimônio histórico do Estado) e a não aprovação pode ser um outro entrave na concretização do projeto.

Fechar Menu