O DEM não se manifesta

Enquanto o PT, PTB, e até o PSL se movimentam realizando reuniões para discutir as eleições de 2020, os Democratas, agora presidido por Tiago Cavelagna, prefere continuar na muda. Como são parceiros do governo tucano, e possuem filiados em cargos de confiança, os Democratas preferem aguardar o tempo passar para tomar alguma posição.

Tudo leva a acreditar que a legenda continuará como auxiliar do PSDB e dificilmente lançará candidato a prefeito, embora em off o atual presidente garanta que será candidato a chefia do executivo, enquanto que o líder da bancada da situação, Antonio Carlos Pereira ainda confia numa reviravolta da administração de olho na vice do atual prefeito.

Fechar Menu