A reunião da comissão foi iniciada com a leitura do parecer do relator, pastor Wilson, que foi pela aprovação da proposta, garantindo que o projeto não contém nenhuma irregularidade. De acordo com a proposta, o autuado deverá, no prazo de 30 dias, retirar junto ao setor de arrecadação, na Secretaria Municipal da Fazenda, a guia para pagamento da multa, no valor de 25 UFM (R$ 111,25) na rede bancária, sob pena de inscrição em dívida ativa, protesto extrajudicial e execução fiscal. O valor arrecadado com as multas deverá ser obrigatoriamente utilizado em ações e serviços de saúde.