ONG Empreendescola apresenta trabalho

Atendendo a um convite do vereador Lucas Arruda, a cofundadora da ONG Empreendescola, Juliana Freitas, participou da reunião ordinária da Câmara, na última semana. O objetivo foi apresentar o trabalho desenvolvido pela entidade no empoderamento de jovens do interior em situação de vulnerabilidade. Ainda durante a última semana, Lucas Arruda esteve com o também fundador da instituição, Wellington Santos Silva, oportunidade em que destacou a importância das ações executadas visando à preparação do jovem para os desafios futuros.

Segundo os representantes da ONG, o trabalho de empoderamento é realizado por meio de cursos presenciais e palestras para jovens com idade entre 14 e 19 anos. Dentre as atividades estão os cursos Líderes do amanhã, Informatizando meu futuro e Educação financeira para jovens. “Temos pouco mais de cinco anos de atuação, preparando e formando esses jovens para os desafios que vão ter na vida profissional e pessoal. Então, trabalhar com vários conteúdos, como educação financeira, acesso ao primeiro emprego, como entrar na universidade e como destravar o inglês, acaba sendo de fundamental importância para o jovem conseguir despertar o seu maior potencial”, ressaltou Wellington Silva.

De acordo com Silva, o trabalho da ONG começou a crescer em 2016, quando expandiram as ações para outras cidades. “Começamos em 2012, como uma atividade voluntária e ficamos por dois anos analisando de que forma poderíamos ouvir o jovem. E então criamos nossa metologia. A partir de 2016 foi que começamos a crescer, com turmas para outras cidades. Desde então, já atuamos em 18 cidades, no sul de minas e leste de São Paulo, formando pouco mais de 650 jovens na nossa linha principal, que é a formação líderes para o amanhã”, contou.

Durante o encontro que tiveram com o vereador Lucas Arruda, os fundadores destacaram que foi uma honra poder apresentar um pouco do trabalho, visto que esta é uma maneira de mostrar à sociedade as atividades desenvolvidas. Eles falaram, ainda, dos projetos futuros como, por exemplo, o Faça a Diferença, que tem como objetivo trazer ex-bolsistas do ProUni para investir nesses novos jovens.

Fechar Menu