O gerente de Serviços Especiais do DME, Nivaldo Donizetti Morais, informou que furtos de fios de cobre em prédios sempre aconteceram na cidade, mas uma onda como a de agora é a primeira vez. Para tentar evitar os furtos o DME tomou algumas medidas, como em alguns locais trocar os fios de cobre por de alumínio. Mesmo assim cortaram, danificaram, mas não levaram.

Nivaldo disse que no mercado também estão saindo fios antifurtos que estão sendo analisados pela distribuidora. No final de semana a PM durante patrulhamento avistou um homem em atitudes suspeitas próximo ao almoxarifado da Prefeitura, no Country Club e ele, assim que viu a viatura, fugiu deixando uma sacola com 130 metros de fio de cobre. Maia tarde foi localizado e preso no bairro, sendo constatado que o material tinha sido furtado da sede dos Escoteiros no Country Club.